Reforma tributária não será aprovada em 2022

O Presidente Jair Bolsonaro afirmou que a reforma tributária, uma das propostas de seu governo, não deve avançar até o final do ano, escolhendo direcionar esforços para a aprovação da reforma administrativa no período. Segundo ele, o caso da reforma no sistema tributário nacional seria “difícil andar”, especialmente em um ano eleitoral.

Vale destacar que ambas as propostas estão paradas no Congresso. No caso da proposta tributária, há mais de um projeto concorrente, que ainda está nas comissões tanto da Câmara dos Deputados quanto do Senado. Recentemente, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado adiou a votação da PEC (proposta de emenda à Constituição) 110, que promove uma reforma ampla no sistema tributário, ao fundir impostos.

Leia mais informações a respeito, abaixo:

 

Bolsonaro: reforma tributária não sai em 2022, administrativa talvez

À TV Jovem Pan, presidente disse que conseguir aprovar as mudanças para os servidores seria “um grande avanço”

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que a reforma tributária, uma das propostas de seu governo, não deve avançar este ano, mas considera que talvez seja possível aprovar a reforma administrativa.

Em entrevista a TV Jovem Pan, o presidente afirmou que conseguir aprovar as mudanças para os servidores seria “um grande avanço”, mas acrescentou que no caso da tributária seria “difícil andar”, especialmente em um ano eleitoral.

Ambas as propostas estão paradas no Congresso. No caso da proposta tributária, há mais de um projeto concorrente, que ainda estão nas comissões tanto da Câmara dos Deputados quanto do Senado.

Fonte: Bolsonaro: reforma tributária não sai em 2022, administrativa talvez | E-Investidor | O Estado de S. Paulo

Sobre o autor

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nosso blog

Digite seu email para acompanhar nosso blog e receber notificação de novos conteúdos.