Quais são as principais obrigações acessórias em empresas?

As pessoas jurídicas e equiparadas de todos os regimes jurídicos, portes e enquadramentos tributários, estão obrigadas a cumprir uma série de exigências tributárias. Os dois tipos de obrigações mais importantes são as OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS e as OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS.

 

As obrigações principais surgem em decorrência do fato gerador, tendo por objeto o pagamento de tributo, como é o caso dos impostos, das contribuições e das taxas.

 

As obrigações acessórias, por sua vez, têm a função de fornecer ao fisco os dados necessários para controle sobre o cumprimento das obrigações tributárias principais, quanto à sua apuração e pagamento.

 

As obrigações principais e acessórias são independentes e autônomas entre si, podendo um contribuinte estar dispensado de uma obrigação principal, mas não estar dispensado da respectiva obrigação acessória.

 

Para que você conheça mais sobre o assunto, listamos abaixo as principais obrigações acessórias a que uma empresa está sujeita. Continue lendo para descobrir!

 

1.  Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

 

Talvez você não saiba, mas a Nota Fiscal é, sim, uma obrigação acessória. A NF-e deve ser emitida quando é realizada uma operação mercantil ou uma prestação de serviços pela empresa.

 

Você sabia que a NF-e substituiu definitivamente o modelo tradicional de nota fiscal em papel? Ela é um dos instrumentos utilizados pelo fisco no aprimoramento da fiscalização das obrigações tributárias.

2.  Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Mensal (DCTF)

A DCTF é uma obrigação acessória Federal por meio da qual a empresa declara para a Receita Federal Brasileira (RFB) os débitos de tributos e contribuições federais de um determinado período, assim como os pagamentos realizados e as informações de parcelamentos e compensações efetuadas. Nela também deverá constar qualquer outra informação sobre a suspensão da exigibilidade de crédito tributário.

 

Sua entrega é mensal, centralizada no estabelecimento matriz e deve ser transmitida até o décimo quinto dia útil do segundo mês seguinte ao mês de ocorrência do fato gerador. A transmissão é feita por meio de arquivo eletrônico, no Programa Gerador da DCTF, disponibilizado pela RFB.

 

3.  SPED Fiscal (EFD-ICMS/IPI)

 

A EFD-ICMS/IPI também conhecida no mercado como SPED Fiscal, foi um dos primeiros projetos do ambiente SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Por meio dessa obrigação as empresas realizam a escrituração fiscal digital do ICMS e do IPI.

 

Essa obrigação deve ser entregue mensalmente por estabelecimentos que realizem operações com destaque do ICMS ou do IPI. Sua entrega é realizada no ambiente SPED, porém o destinatário das informações é o fisco estadual.

 

O prazo para transmissão é sempre o mês seguinte à ocorrência dos fatos geradores, sendo que o dia pode variar de acordo com o Estado de destino das informações.

 

A Receita Federal pretende, por meio da EFD ICMS/IPI, implantar seu Projeto de Simplificação Tributária, com o objetivo de eliminar outras obrigações acessórias Estaduais, como GIA e GIA-ST.

 

4.  SPED Contribuições (EFD-Contribuições)

A EFD Contribuições é uma das principais obrigações entregues por meio do ambiente SPED. É através dessa declaração que o contribuinte realiza a escrituração digital do PIS e do COFINS, quer seja no regime não cumulativo ou no cumulativo. Assim sendo, ela deve ser entregue por todas as empresas enquadradas nos regimes de recolhimento das contribuições.

 

A sua entrega é mensal e centralizada na matriz, devendo ser transmitida até o décimo dia útil do segundo mês seguinte à ocorrência dos fatos geradores dos tributos.

 

 

5.  Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD – Reinf)

A Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) é um dos módulos do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) e deve ser utilizado por pessoas jurídicas e físicas, em complemento ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

A EFD – Reinf tem por objeto a escrituração de rendimentos pagos e retenções de imposto de renda e contribuições sociais do contribuinte, exceto aquelas relacionadas ao trabalho e as informações sobre receita bruta para apuração das contribuições previdenciárias substituídas.

 

6.  Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb)

 

Essa é uma obrigação tributária acessória por meio da qual o contribuinte confessa débitos de contribuições previdenciárias e de contribuições destinadas a terceiros. DCTFWeb é também o nome dado ao sistema utilizado para editar a declaração, transmiti-la e gerar o documento de arrecadação.

 

A DCTFWeb tem caráter declaratório e substitui a GFIP e a SEFIP, sendo  gerada a partir das informações prestadas no eSocial e na EFD-Reinf. Por isso, logo após a transmissão das apurações da EFD-Reinf ou do eSocial, o sistema DCTFWeb recebe de forma automática os respectivos débitos e créditos. Em seguida, realiza vinculações, calcula o saldo a pagar e, após o envio da declaração, emite o documento de arrecadação, o DARF da DCTFWeb.

 

 

            Conclusão

 

Agora você já conhece as principais obrigações acessórias a que uma empresa está sujeita. Vale ressaltar que as obrigações listadas acima são genéricas, podendo variar de acordo com o ramo de atividade ou segmento econômico. Esteja sempre atento às particularidades do seu enquadramento tributário e recorra a um profissional da área fiscal qualificado para garantir a conformidade das obrigações tributárias da sua empresa!

 

Uma dica para garantir a conformidade fiscal e evitar multas por erros e atrasos nas entregas das obrigações é recorrer a um sistema de automação fiscal, que permite a governança de prazos, automatiza processos repetitivos e padroniza as obrigações geradas, eliminando os riscos de não conformidade nas transmissões.

 

Para saber mais sobre automação fiscal e obrigações fiscais principais e acessórias, acesse os outros artigos do nosso blog!

Sobre o autor

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nosso blog

Digite seu email para acompanhar nosso blog e receber notificação de novos conteúdos.

Development with love by: Desafio