Nova TIPI e os Impactos na Tributação de IPI

Nova TIPI e os Impactos na Tributação de IPI

Introdução

Estamos próximos da entrada em vigor da nova Tabela de Incidência do IPI. Junto com essa nova tabela, temos, também, a vigência de NCM’s que serão desmembradas e alíquotas de IPI que serão beneficiadas com redução.

Diante disso tudo, vamos comentar como fica, de um modo geral, a combinação de todos esses tratamentos reunidos em datas de vigências que se encontram para que o contribuinte não fique confuso.

 

  1. O Sistema Harmonizado (SH)

Habitualmente, a cada 05 (cinco) anos o SH sofre revisão pela Organização Mundial das Aduanas a fim de atualizar e adaptar os produtos à classificação de mercadorias.  Assim, como a última atualização ocorreu em 2017, a próxima atualização será em 2022.

Diante disso, foi publicada em 29/11/2021 a Resolução GECEX nº 272/2021, que veio alterar a Nomenclatura Comum do Mercosul – NCM e a Tarifa Externa Comum – TEC para adaptação às modificações do Sistema Harmonizado (SH-2022), entrando em vigor em 1º/04/2022.

Num balanço das alterações trazidas, podemos mencionar que cerca de 441 NCM’s foram excluídas e 537 NCM’s foram incluídas. Isso ocorreu por forças das adaptações promovidas na TEC, considerando os desmembramentos, mudanças de descrições, ajustes de classificação, entre outros aspectos.

 

  1. Nova TIPI e a Redução de Alíquotas de IPI

Entra em vigor no próximo dia 1º/04/2022 a nova Tabela de Incidência do IPI – TIPI, tendo por base a publicação do Decreto nº 10.923/2021 o qual revoga, ainda, a TIPI até então vigente, aprovada pelo Decreto nº 8.950 /2016.

Essa nova tabela de incidência do IPI, já contempla as mudanças introduzidas pela Resolução GECEX nº 272/2021 que promoveu significativas mudanças nas NCM´s dada a necessidade de adaptar a classificação dos produtos a nova realidade do mercado industrial.

Um outro ponto muito relevante a ser considerado dentro de todas essas mudanças ocorridas na legislação do IPI é a recente redução aplicada às alíquotas do IPI, que foi introduzida pelo Decreto nº 10.979/2022, para modificar as alíquotas vigentes na forma do Decreto 8.950,2016 que vigorará até 31/03/2022.

O Decreto 10.979/2022, tratou da aplicação da redução sobre as alíquotas do IPI, em:

– 18,5% para os produtos da posição NCM 8703 (Veículos)

– 25% para os demais produtos

– Não se aplica aos produtos classificados no Capítulo 24 da NCM (Tabaco e seus sucedâneos)

Esse Decreto entrou em vigor na data de sua publicação em 25/02/2022 e agora discute-se se com a entrada em vigor da Nova TIPI em 01/04/2022, essas reduções serão absorvidas pela nova legislação.

A Receita Federal do Brasil já deu notícias de que está preparando um Decreto para que o benefício de redução das alíquotas de IPI, introduzido pelo Decreto nº 10.979/2022, seja mantido na nova TIPI, que passara a viger em 01/04/2022, pelo Decreto nº 10/923/2011.

Fiquemos alertas às novas publicações do governo federal.

 

Por: Luciana Benassi

Sobre o autor

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga nosso blog

Digite seu email para acompanhar nosso blog e receber notificação de novos conteúdos.