Com a criação do Registro M510 na ECF como ter mais eficiência nos controles da Parte “B” do Lalur/Lacs

Para entrega da ECF do exercício 2020, ano calendário 2019, foi criado mais um registro de controle da parte B do e-Lalur e e-Lacs o registro M510 “Controle de Saldos das Contas Padrão da Parte B”. Esse novo registro tem a finalidade de controlar os saldos de forma sintética em razão da criação dos códigos padrão da parte B no exercício passado (2019).

Esse novo registro evidenciou-se o motivo da criação dos códigos padrão da Parte B, que da mesma forma que o plano de contas referencial unifica várias contas contábeis em apenas uma referencial, a parte B tem agora o mesmo critério.

Verifica-se ao longo desses seis anos de entrega da ECF a forma que as empresas vêm apresentando os controles da parte “B” do Lalur e Lacs e que na visão do fisco precisa de um ajuste devido abertura de muitos controles, a exemplo disso temos:

  1. Controle de prejuízos fiscais um para cada ano ou para cada trimestre. Como não há prazo limite para a sua compensação não faz sentido a sua criação, mas apenas ter um controle que registra todos os prejuízos apurados ao longo do tempo com a sua respectiva movimentação.
  2. Criação de controles que não são temporários, mas permanentes, como por exemplo doações efetuadas no ano.
  3. Informação indevida nos registros M300 e M350 devido ao código de lançamento ter relacionamento com o código padrão da parte B.

A razão desse registro é somar todas as contas geradas pela pessoa jurídica no registro M010 (Identificação da conta da parte B) que tem a mesma finalidade em apenas um e assim demonstrar o saldo inicial, lançamentos efetuados na parte “A” e na parte “B” e o respectivo saldo final.

Exemplo dessa nova regra:

Empresa tem vários controles para as Provisões Temporárias e que clássica no código padrão 1.005, vai continuar a fazer dessa forma, mas tem agora o registro M510 que ira unificar todas essas contas que demonstrará o valor lançado nos registros M300 (demonstração do Lucro Real)  ou M350 (Demonstração da Base de Cálculo da CSLL) de forma sintética.

Para ter maior eficiência nos controles da parte “B” e não criar controles todo o ano para contas que já tem controles criados em anos anteriores, e se possível unificar controles que tem a mesma característica, sabendo-se que muitas empresas utilizam contas patrimoniais para controlar o saldo na parte “B” do Lalur e Lacs.

Outro ponto a se observar é que provisões temporárias tecnicamente não são controladas por contas patrimoniais, pois a adição ou exclusão se dá pela conta de resultado, pois é esta que afeta o resultado do período. Verifica-se que a reversão da provisão temporária e feita diretamente no controle da parte “B”.

Sabe-se que utilizar contas patrimoniais nem sempre espelha o saldo correto, pois se houver qualquer movimentação entre as contas que não transite por conta de resultado o saldo a ser utilizado nos controles da parte “B” apresentará valores incorretos.

Controlar provisões temporárias é um desafio para as empresas, pois sempre se olha no retrovisor, pois trabalha-se com o passado após a sua adição ou exclusão na parte “A”. Dessa forma espelhar-se nas contas de resultado é a melhor forma de controle, pois tem-se a certeza de que os valores transitaram pelo resultado de forma correta e de fácil auditoria quando se tem o relacionamento com conta de resultado.

 

Por: Edino Garcia Especialista Tributário da Synchro

Sobre o autor

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nosso blog

Digite seu email para acompanhar nosso blog e receber notificação de novos conteúdos.