Migração para cloud computing: como se preparar

 

A tecnologia de cloud computing pode ser utilizada em uma empresa de diferentes maneiras, entre elas, como ferramenta de virtualização para empresas que  executam testes de desenvolvimento, backup para garantir mais segurança aos arquivos, armazenamento em nuvem, gestão empresarial e automação fiscal.

Muitas organizações já optaram pela migração para a nuvem e usufruem de seus benefícios. Pesquisa realizada pela consultoria IDC revelou que até o presente ano de 2020, 67% das estruturas das empresas são voltadas para soluções de cloud computing.

No entanto, persistem ainda muitas dúvidas e receios a respeito da migração. Juergen Lindner, vice-presidente sênior de marketing de aplicativos de nuvem da Oracle, parceira da Synchro, aponta que algumas das maiores preocupações com a migração estão no nível tático. São elas:

  1. A complementação dos aplicativos locais pelos aplicativos em nuvem: algumas empresas possuem um grande volume de personalizações de software. Porém, é necessário analisar quais ainda são funcionais e necessárias, para não se apegar a práticas do passado, já superadas pelas melhores práticas atuais com a nuvem.

 

Lindner conta que essa análise foi feita em uma empresa com que ele e sua equipe trabalharam, que possuía 15.000 personalizações e que, no fim das contas, foi necessário criar apenas 16 extensões para o software na nuvem, responsáveis pelo suporte a necessidades específicas.

 

  1. Escolher quais processos empresariais serão migrados primeiro: devido às adaptações internas que a migração para a nuvem exige das organizações, muitas se perguntam quais processos devem migrar primeiro.

 

Algumas optam por iniciar com processos relativamente simples, outras preferem começar por uma área subsidiária que serve como laboratório, para depois expandir a migração às demais áreas da empresa, ou se utilizam de critérios geográficos para a implantação.

Fato é que todos querem aprender com as empresas do mesmo setor que já passaram pela migração, estudando seus resultados a fim de mitigar o máximo possível o risco existente na equação.

 

  1. Lidar com a variedade de fornecedores de nuvem no mercado: atualmente existem inúmeros fornecedores de aplicativos de nuvem que proporcionam grande facilidade de contratação dos sistemas.

 

No entanto, caso a organização acabe por juntar aplicativos de nuvem de vários fornecedores, serão necessários mecanismos de ponte caros e constante reconciliação de todas as nuvens individuais – tarefa difícil para o CIO.

 

O mais recomendado é optar por pacotes de aplicativos de um mesmo fornecedor, pois, dessa forma, a integração estará presente desde a instalação.

 

Isso permite que as empresas se concentrem em níveis mais elevados de inovação, impulsionando as prioridades do negócio.

 

  1. Alinhamento das estratégias da empresa aos roteiros dos fornecedores:

É necessário prestar atenção nos requisitos de arquitetura das ofertas dos fornecedores para garantir a implementação de forma adequada e no tempo proposto.

 

Outro ponto importante é observar se a oferta oferece todas as funcionalidades que a organização necessita, como por exemplo: em ERP, relatórios integrados, recursos de planejamento e elaboração de orçamentos, e conformidade a normas de forma automática.

 

Além disso, é indispensável que haja segurança e integração comprovadas com outros sistemas empresariais – alerta Lindner.

 

Apesar das preocupações que as empresas ainda possuem, é fato que a migração para cloud é uma realidade para a maioria das organizações, e essa tendência causará grandes impactos positivos, não só no setor de TI, mas nos negócios como um todo.

A opção por soluções em nuvem permite que os processos sejam mais rápidos, escaláveis e altamente confiáveis, além de garantir redução de custos operacionais com ganho significativo de produtividade. Continue acompanhando nossos conteúdos para descobrir mais sobre essa tecnologia!

 

Fonte: https://blogs.oracle.com/oracle-brasil/como-migrar-para-a-nuvem-as-4-maiores-preocupacoes-do-back-office

Sobre o autor

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nosso blog

Digite seu email para acompanhar nosso blog e receber notificação de novos conteúdos.