Qual-a-relação-entre-Bloco-K-e-Sped-Fiscal

Entre 2016 e 2018, as empresas iniciarão o envio das informações relacionadas a estoques e controle de produção dentro do SPED Fiscal, que é o Bloco K. A fiscalização aumentará por parte do governo e as empresas terão a necessidade de se adaptarem a mais esta obrigação. Este passo deve ser dado não somente pela parte fiscal da empresa, mas como serão informações relacionadas à produção, o Bloco K e o SPED Fiscal integrarão os setores produtivo e administrativo das empresas.

Por que o Bloco K foi criado?

O Bloco K foi criado para que os órgãos governamentais possam aumentar o nível de controle sobre as operações das empresas, sendo especificamente ligados aos dados de produção e controle de estoque.

Ele foi criado para que o Fisco pudesse ter acesso ao que, antigamente, eram os livros de produção e de controle de estoque. No entanto, esse livro não era exigido, o que fez com que diversas empresas simplesmente deixassem de confeccioná-los.

Agora, com a exigência governamental, a Receita Federal terá oportunidade de cruzar as informações e achar indícios de operações que tenham objetivo de sonegação fiscal, tais como “notas frias” ou “meias notas”.

O que deve ser enviado para o governo?

Exceto as empresas que estão enquadradas pelo Simples Nacional, todas as empresas industriais e atacadistas deverão preencher e enviar as informações para a Receita Federal do Bloco K. Dentre os dados que precisam ser enviados para o Fisco, estão a ficha técnica de todos os produtos em estoque, o percentual de perdas no processo produtivo, as ordens de produção, quando existirem, os insumos utilizados no processo produtivo e os produtos finalizados, mesmo que estejam em poder de terceiros.

Como adequar as rotinas e se preparar?

A geração dos dados será o maior desafio por parte destas empresas para que esta obrigação do Bloco K seja cumprida. Toda a cadeia produtiva deverá ser mapeada e incluída no sistema de gestão e o grande problema está no fato de que a Receita Federal padronizou a forma de inserção de dados para posterior envio.

Na prática, uma empresa que fabrique calçados terá acesso à mesma plataforma de envio que uma empresa que produza eletrodomésticos, o que pode fazer com que o trabalho das empresas seja relativamente difícil, principalmente nos primeiros meses do Bloco K em vigor.

Deve haver conscientização dos gestores e funcionários de que os sistemas de gestão deverão ser completamente reestruturados. Mesmo aquelas empresas que já possuam um sistema ERP ou similar terão de rever seus leiautes para deixá-los adequados ao envio para a Receita Federal.

Neste sentido, os profissionais contadores terão papel fundamental nessa conscientização, pois têm conhecimento para avaliar quais mudanças serão necessárias para que todo o negócio fique adequado às novas exigências governamentais.

A digitalização das informações é necessária, pois trará diversos benefícios de longo prazo para as empresas. O Bloco K não é uma razão para os gestores se desesperarem, mas sim se sentirem estimulados a deixarem seus negócios mais organizados, eficientes e lucrativos.

O Bloco K não é a única inovação com relação às obrigações legais adicionais. Há também o e-Social ligado a recursos humanos, o qual também necessitará readequações de procedimentos.

Bloco K e SPED Fiscal estão no mesmo conjunto de preocupações de uma empresa e cabe à gestão transformá-los em uma solução e não deixá-los gerar um problema de administração para elas. Busque a adequação dos procedimentos e mantenha seus controles sempre em dia. Isso evitará multas e fará o negócio ser mais lucrativo. Se quiser saber mais sobre o Bloco K e o SPED Fiscal, deixe uma mensagem!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s