A nuvem é um caminho sem volta na infraestrutura de TI das empresas, de todos os portes e em todas as partes do mundo. De acordo com um levantamento feito pela Frost&Sullivan, 41% das empresas brasileiras ouvidas já estão investindo em alguma solução em Cloud Computing e outras 42% pretendem investir. Isso explica por que especialistas classificam esse momento como a “Era da Terceira Plataforma”.

Sucessora da era dos mainframes (décadas de 70 e 80) e dos PCs (90 e 2000’s), esse terceiro período da computação é marcado pela conjunção entre Cloud Computing, Mobilidade, Big Data e Mídias Sociais, momento perfeitamente percebido por milhares de empresas que já se apressaram em remodelar toda sua infraestrutura de TI para ganhar vantagem competitiva no mercado. Caso sua empresa ainda não tenha pensando em implantar cloud computing, vamos listar 8 motivos que o farão marcar uma reunião amanhã mesmo com seu CEO para tratar sobre o assunto!

1- Segurança na proteção dos dados críticos da empresa

Os dados gravados em discos rígidos podem ser perdidos caso haja algum bug no PC. Da mesma forma, enchentes, incêndios e outras fatalidades podem destruir todo o patrimônio intelectual da organização. Exceto se ela estiver protegida com a alocação de seus dados em nuvem.

O acesso às informações em Cloud é cercado de procedimentos de alta tecnologia em segurança da informação. Assim, sistemas criptográficos usados pelos bancos, autenticação de dois fatores e backups periódicos e automáticos, são alguns dos recursos que garantem a tranquilidade de quem migra para esse formato.

2 – Mais espaço para armazenamento (escalabilidade)

Espaço potencialmente ilimitado, mas justo às suas necessidades. Através de uma fornecedora de solução em nuvem, a empresa contrata apenas aquilo que deseja utilizar, com possibilidade de ampliação ao longo de seu processo de expansão.

3 – Custo de implantação e manutenção incomparavelmente mais baixo

Um estudo feito pela KPMG mostrou que quase 50% das empresas consultadas optam por uma solução em nuvem pensando na redução de custos com TI. Essa é, de fato, a menina dos olhos de qualquer CEO que dirige sua atenção para a adoção de uma solução em Cloud Computing.

É possível encontrar hoje no mercado serviços de alocação de recursos computacionais em nuvem a partir de R$ 20,00! O custo de centralizar a TI de forma física, por outro lado, envolve os investimentos vultosos em datacenters (e sua consequente manutenção periódica), ativos de rede, licenças de softwares, treinamento em help desk, custo com folha de pagamento (para manter uma equipe de suporte 24/7), entre muitos outros gastos.

4 – Muito mais mobilidade no acesso às informações

A possibilidade de diretores e gerentes de departamento acessarem os dados da empresa a partir de seus smartphones representa maior velocidade na tomada de decisões. Estamos falando de uma empresa mais dinâmica e mais rápida às demandas do mercado.

5 – Implantar cloud computing gera ganho de performance

Consequência direta dos itens anteriores. Mais agilidade, menos custos, menos profissionais executando atividades manuais (como alimentação de planilhas fiscais): tudo isso implica em ganho de performance e maior vantagem competitiva em seu setor!

6 – Home-office ou decisões estratégicas tomadas fora da empresa

Fruto da mobilidade, apontada acima, ter toda a infraestrutura de TI em nuvem facilita a adoção de novas modalidades de relações de trabalho, como home-office ou BYOD (Bring Your Own Device).

7 – Sustentabilidade

Uso da computação por meio de gadgets significa menor gasto com energia (uso do PC), menor necessidade de impressões, redução de despesas com refrigeração (de datacenters), etc.

8 – Melhor organização de dados essenciais à empresa

Em muitas empresas, analistas tributários e profissionais da área contábil ainda alimentam dados de fluxos de caixa e balancetes em planilhas do Excel (gravadas em discos rígidos). Esse método tradicional, além de expor os dados a eventuais perdas (basta um clique indevido e todo o demonstrativo de resultado da empresa pode ir pelos ares!), implica em deixar diversas informações correlacionadas armazenadas em locais distintos o que pode resultar em inconsistências na prestação de contas ao Fisco (e as consequentes sanções da Receita!)

Uma solução fiscal em nuvem, como a ECF-Synchro, garante a agregação dos dados pertinentes a essa nova obrigação tributária, integração com o ERP da empresa, escrituração a partir do SPED Contábil, além de rastreabilidade no processo de apuração. Eis um exemplo clássico de uma solução de baixo custo e altamente eficaz na solução dos desafios tributários de sua empresa!

Entendeu as vantagens de implantar cloud computing em sua empresa?  Siga-nos através do blog ou redes sociais e receba semanalmente novidades do universo Fiscal e Tributário.

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s