Desburocratizar é preciso, principalmente quando falamos das inúmeras obrigações tributárias de uma empresa. Sabendo disso, a Receita Federal instituiu finalmente uma nova obrigação acessória capaz de dinamizar as apresentações relativas ao IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) das empresas. Trata-se do ECF (Escrituração Contábil Fiscal), uma inovação introduzida ainda este ano que trará diversos benefícios não só para o Fisco, como para as próprias empresas.

Claro que para que esse novo processo seja implementado perfeitamente na sua organização, é preciso contar com o software certo, voltado especificamente para atender a ECF e todas as suas novas peculiaridades. Os benefícios são inúmeros, pois além de se adaptar às novas demandas do Fisco, essa é uma oportunidade para que a empresa torne o trabalho de contabilidade mais eficiente. A seguir, confira alguma das principais vantagens de se adotar um software para a ECF na sua empresa!

Redução do esforço para apurar tributos

Para quem já é empreendedor ou gestor de uma organização, os dados apresentados a seguir não são uma novidade. Atualmente, o empresário brasileiro gasta 2.600 horas pagando impostos por ano, se tornando um dos países mais burocratizados nesse sentido, de acordo com o ranking elaborado pela “Latin Business Chronicles’s”. A triste realidade poderá ser revertida com a nova iniciativa, principalmente se for unida a um bom software.

Basicamente, os softwares contábeis disponíveis para ECF podem auxiliar a contabilização dos impostos normais, bem como do diferido e reunir todas as informações contábeis quer seja por meio de ERP’s ou da própria ECD. O cálculo do IRPJ e do CSLL, por exemplo, pode ser feito automaticamente, seja por meio de estimativa, seja por balancete de redução ou suspensão e por apuração trimestral.

Minimize erros e inconsistências na apuração

A automatização também pode trazer como um grande benefício a redução de erros humanos e inconsistências na apuração, problemas muito comuns quando o trabalho é feito manualmente, levando ao retrabalho ou até problemas mais sérios, que podem levar a multas ou outras punições pelo descumprimento correto das obrigações tributárias principais ou acessórias.

Esse é um ponto importante, por sinal, já que a não conformidade com a legislação é o que leva muitos empreendedores a pagar mais impostos do que devem, ou as penalidades em decorrência do não cumprimento das obrigações, como já vimos.

Adaptação às novas exigências fiscais

Importante deixar claro que, a adoção da ECF de competência federal será obrigatória a partir deste ano para as empresas que trabalham com a apuração pelo lucro real, lucro presumido ou lucro arbitrado e entidades do tercerio setor quando obrigadas a entrega da EFD – Contribuições.

Portanto, para se adequar à nova realidade da melhor maneira possível, é preciso contar com um bom software para que a sua empresa consiga alinhar a contabilidade interna à ECF. Como vimos, além de criar todo o dinamismo e a assertividade apresentados anteriormente, a empresa também estará fazendo o melhor uso da inovação.

Pronto para adotar um software de qualidade? Acesse agora mesmo o nosso site e conheça as nossas soluções fiscais e tributárias para você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s